UEMA: Salários atrasados seria culpa da “Copa”

Esses trabalhadores são contratados via Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (FAPEAD), uma das fundações que operam para UEMA e tida como responsável por tudo que é tipo de tarefas “administrativas” e “operacionais”

“Com os desencontros em virtude da copa não houve o repasse de dinheiro para a Uema (…) Macedo disse que a folha já ta prontinha nas mãos do reitor, mas ainda não há dinheiro para que a folha seja enviada”.

As palavras acima seriam um trecho de uma conversa em WhatsApp entre funcionários contratados da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), que estão todos com os seus salários atrasados.

O “Macedo” citado seria José Henrique Macedo, assessor da Reitoria e considerado pela fonte do Blog do Robert Lobato “um senhor mais grosso que papel de enrolar prego”.

Esses trabalhadores são contratados via Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (FAPEAD), uma das fundações que operam para UEMA e tida como responsável por tudo que é tipo de tarefas “administrativas” e “operacionais”.

Estariam ainda com os ordenados atrasados, bolsistas, estagiários, monitores, além da secretárias dos mestrados.

Talvez os responsáveis pela gestão da Universidade Estadual do Maranhão não se sensibilizem com a situação dos funcionários contratados/terceirizados porque alguns deles ganham verdadeiras fábulas através de artimanhas que juntam vários “mil reais” aqui e ali, até formar um vencimento de fazer inveja a ministros do STF – em breve o Blog do Robert Lobato vai revelar com documentos essas artimanhas.

Outro lado

Em contato com o reitor Gustavo Costa para saber sobre o porquê do atraso no vencimento dos contratados da UEMA, o magnífico esclareceu:

“Bom dia prezado, Robert, o dia do repasse é hoje dia 10/7 como sempre ocorre. De amanhã até sexta todos terão recebido. Refiro-me aos terceirizados. Quem recebe na folha já recebeu”.

É aguardar e conferir.

22 comentários sobre “UEMA: Salários atrasados seria culpa da “Copa”

  1. Sinara Santos disse:

    Sou técnica da UEMA e a ultima bolsa recebida foi em referência ao mes de abril, logo São duas bolsas em atraso. E detalhe: a copa começou em junho e esses atrasos de pagamento São antigos da UEMA.

  2. Lia disse:

    A copa não cabe como justificativa, uma vez que esses atrasos sempre ocorreram, e já fui informada, que uma das razões seria a de que bolsas não estão como prioridade orçamentária.

  3. Marcos Carvalho disse:

    Todo o santo ano eleitoral é essa vagabundagem na Uema, não sei onde eles enfiam esse dinheiro. Isso é coisa antiga, não tem nada a ver com Copa, em todos os anos eleitorais é a mesma coisa, é picaretagem mesmo, falta de vergonha na cara. Isso é uma terrível humilhação, além de trabalharmos todo tempo sob pressão excessiva, trabalhar fora do horário de expediente (nos dias de semana a noite, nos sábados e até domingo), muitas das vezes ainda sofremos assédio moral no trabalho. Ainda somos obrigados a dizer que somos “Orgulho em ser UEMA”. Atualmente eles pagam uma espécie de bolsa para que não possamos comprovar vínculo empregatício com a FAPEAD ou com a UEMA. Temos que passar por essa situação, calados e sem reclamar nada, com risco de despedir a gente com uma mão a frente e outra atrás. Que venha a fiscalização do trabalho para ver a tamanha irregularidade trabalhista que se passa na Uema.

  4. Adriano disse:

    Copa é uma ova, isso já vem de muito tempo. Todo ano eleitoral é assim, ainda mais nesse ano que é eleição para governador e reitor ao mesmo tempo. A prioridade é sempre a eleição deles, os funcionários contratados ficam sempre para o segundo plano. O universidade só sabe cobrar por resultados, mas na hora de retribuir, não fazem por onde. Parecemos mais trabalhadores voluntários que assalariados.

  5. Olavo disse:

    Essa história é antiga demais… Ainda bem que já saí de lá. A UEMA é pioneira em desrespeito a funcionários contratados, talvez seja por isso que nunca mais fizeram concurso para servidores técnico-administrativos, pois eles querem escravos trabalhando pra eles.

  6. Borges disse:

    Coitado desses funcionários, eu saí de lá faz uns 8 anos e a história continua a mesma, entra e sai reitor e tudo fica ainda pior. Esses funcionários são contratados de maneira ilegal, sem concurso, sem cargo comissionado e sem vínculo empregatício com a FAPEAD ou com a UEMA, por isso eles são “contratados” por meio de bolsas, os acordos são de boca mesmo, não tem nada de contrato assinado, nada escrito. É bom alguém denunciar essas irregularidades no Ministério Público do Trabalho e obrigar que contratem empresas para gerir os funcionários.

  7. Cardoso disse:

    É sempre assim. O desrespeito e a humilhação é grande ali dentro com esses trabalhadores. Tudo é pra ontem, mas o salário é sempre pra depois.

  8. Valdir disse:

    Temos que denunciar isso para o ministério público do trabalho, não é possível, eles não consideram a gente como prestadores de serviço.

  9. Elias disse:

    Engraçado que tudo pra eles hoje é Orgulho de ser Uema. Do que adianta a gente ter orgulho dessa instituição, se eles não valorizam a gente. Sem receber, como um funcionário vai ter orgulho de trabalhar num lugar assim.

  10. Savio disse:

    Disseram que o pagamento sairia até hoje, sexta-feira, só que nem todos receberam. Seria interessante abrir uma matéria divulgando o não pagamento a todos os funcionários, como foi prometido pelo reitor Gustavo Costa. Isso já está virando brincadeira, sem-vergonhice, bandidagem, picaretagem e vagabundagem por parte da uema(com u minúsculo, pois age como entidade pequena e inexpressível).

Deixe uma resposta