ELEIÇÕES 2018: Fábio Macedo deve deixar o PDT e seguirá “para onde Zé Reinaldo for”

Um eventual rompimento de Fábio Macedo com Weverton Rocha é um prejuízo medonho para o “Maragato” no seu projeto de senador. Aliás, a família Macedo já teria vaga garantida na primeira suplência de senador na chapa José Reinaldo Tavares

É cada vez mais crítica a relação do deputado estadual Fábio Macedo com o deputado federal Weverton Rocha, ambos do PDT, sendo que o segundo é presidente estadual do partido.

Pelo que apurou o Blog do Robert Lobato, Fábio Macedo está fulo da vida desde o momento que foi rejeitado por Weverton na sua pretensão de disputar a presidência da Assembleia Legislativa do Maranhão.

“Não sei como o presidente do meu partido me tira do jogo como Weverton fez. Ele sabia que queria disputar a presidência da Assembleia, pois havia um acordo entre nós. Se eu tivesse em outro partido acho que não aconteceria isso. Vou deixar o PDT e adianto que meu senador é José Reinaldo e vou para o partido que ele for”, disse o deputado em frente de outros presentes.

Um eventual rompimento de Fábio Macedo com Weverton Rocha é um prejuízo medonho para o “Maragato” no seu projeto de senador. Aliás, a família Macedo já teria vaga garantida na primeira suplência de senador na chapa José Reinaldo Tavares.

O fato é que Fábio Macedo dificilmente concorrerá a um segundo mandato de deputado pelo PDT de Weverton Rocha.

É aguardar e conferir.

2 comentários sobre “ELEIÇÕES 2018: Fábio Macedo deve deixar o PDT e seguirá “para onde Zé Reinaldo for”

  1. Silmar Braga disse:

    Agora aí sim, deram um cheque mate nas indefinições palacianas junto aos aliados. Espero que o PT no comando do amigo Augusto Lobato tenha a mesma competência na exigência do respeito merecido aos petistas que lutaram desde do inicio pela aliança.

Deixe uma resposta