CASO NENZIN: Junior do Nenzin e o tratamento VIP na Unidade Prisional de Ressocialização

O juiz da 2º vara de Barra de Corda, Iran Kurban, que aceitou pedido de prisão preventiva Junior do Nenzin, teve conhecimento prévio dessa mudança de presídio e de tantos privilégios?

O empresário Junior do Nenzin, apontado pela Polícia Civil como autor do crime contra o seu próprio pai, o ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano, o popular Nenzin, estaria recebendo tratamento VIP no novo presídio no qual se encontra em São Luís.

Segundo fontes seguras de dentro sistema de Segurança do Estado, o irmão do suspeito, deputado estadual Rigo Teles (PV), conseguiu junto ao governo Flávio Dino (PCdoB) colocar o “mano” sob cuidados especiais na Unidade Prisional de Ressocialização do Olho D’água.

É nessa unidade que Junior do Nenzin estaria sendo tratado como se estivesse um hotel, se não de cinco estrela, mas pelo menos de três.

Tudo é bem mais tranquilo do que em Pedrinhas, onde o suspeito estava quando deixou Barra do Corda sob custódia da polícia. Água mineral, cama confortável, direito a banho a qualquer hora do dia ou da noite, podendo ainda praticar atividades físicas, além de outros privilégios. Só falta o acusado de matar o seu genitor ter também o direito de dar uma voltinha básica na praia ou fazer compras no shopping da capital…

São coisas do tipo que reforçam a ideia, junto à sociedade, de que gente rica e influente politicamente tem tratamento diferenciado quando são presos. Já pobre, preto e puta têm que se contentar com judiações e maus-tratos em complexos penitenciários e delegacias pelo Maranhão afora.

A mesma fonte que informou a “vida boa” que Junior do Nenzin estaria desfrutando na Unidade Prisional de Ressocialização do Olho D’Água, também disse que ele não corria risco de morte onde encontrava-se antes de ser transferido. Portando, não havia a necessidade de tal transferência.

A pergunta que não quer calar é: O juiz da 2º vara de Barra de Corda, Iran Kurban, que aceitou pedido de prisão preventiva Junior do Nenzin, teve conhecimento prévio dessa mudança de presídio e de tantos privilégios?

2 comentários sobre “CASO NENZIN: Junior do Nenzin e o tratamento VIP na Unidade Prisional de Ressocialização

  1. Paulo Nascimento disse:

    É BRASIL… E EU PARTICULAMENTE ACHO QUE A JUSTIÇA NÃO TEM NADA HAVER COM O CASO O PAI FOI O DELE. AGORA SE FOSSE O PAI DOS OUTROS AI SIM. QUEM CRIOU A COBRA QUE PROVE DO SEU PRÓPRIO VENENO. GARANTO QUE ESSE JUNIOR JÁ HUMILHOU E… MUOTA GENTE COM O APOIO DO PAI AGORA FOI A HORA DE COLHER O QUE PLANTOU.😎😎😎😎😎😎

Deixe uma resposta