O cara: Flávio Dino “elegeu” Roberto Rocha e pode “eleger” até Gastão Vieira

Com tamanha força, aliás, com tamanho poder, Flávio pode eleger qualquer mortal do mundo da política maranhense, inclusive o ex-deputado federal e ex-candidato senador pelo grupo Sarney, Gastão Vieira (PROS), que nesta segunda-feira, 13, pegou um carona de helicóptero com o governador até a cidade de Anapurus

Reza a lenda, que Flávio Dino (PCdoB), com os seus poderes sobrenaturais, tirou o Roberto Rocha do bolso, em 2014, e o elegeu senador da República depois de saber que já estava certa a sua própria eleição de governador.

Não interessa se Roberto “vem de longe”, com um mandato de deputado estadual, três de deputado federal, um candidatura de governador, uma de senador e tenha sido vice-prefeito de São Luis.

Não importa também se o líder tucano, até hoje, sustenta o título de deputado federal mais bem votado da história do Maranhão, com votos em todos os 217 municípios maranhenses. Feito histórico conseguido as eleições de 2006.

Da mesma forma, pouco importa se Roberto Rocha tenha sido o principal articulador para que a candidatura do “65” fosse viabilizada, partidária e politicamente, para que Flávio Dino obtivesse uma coligação que lhe desse um tempo de rádio e tevê razoavelmente bom para apresentar as suas propostas aos eleitores no horário eleitoral.

Nada disso importa! O que vale é lendária narrativa de que Flávio Dino é senhor dos votos no Maranhão e tem o dom transferi-lo para quem ele quiser. É o cara!

Com tamanha força, aliás, com tamanho poder, Flávio pode eleger qualquer mortal do mundo da política maranhense ao Senado Federal, inclusive o ex-deputado federal e ex-candidato senador pelo grupo Sarney, Gastão Vieira (PROS), que nesta segunda-feira, 13, pegou um carona de helicóptero com o governador até a cidade de Anapurus.

Chique, não?

Deixe uma resposta