ELEIÇÕES 2018: Flávio Dino tem que voltar a fazer concurso para juiz e deixar a política

Se lhe restar um pouco de juízo, Flávio Dino cumpre o que um dia prometeu e se inscreve no primeiro concurso público de juiz federal que aparecer. E, quem sabe até passaria em em primeiro lugar novamente e voltaria às origens das togadas onde é lugar de gente que só sabe julgar

Se o Blog do Robert Lobato não está enganado, certa vez o governador Flávio Dino (PCdoB) disse que se não desse certo na política faria concurso novamente para juiz federal e passaria.

Foi o quando o então magistrado federal aposentou a toga e aventurou-se a uma vaga para deputado federal em 2006. Aliás, uma doce aventura já que contou com o apoio incondicional do então governador José Reinaldo Tavares e meia dúzia de chefes de oligarquias regionais do Maranhão.

De 2006 pra cá, ou seja, há uma década, o resultado é que Flávio Dino como político se revelou uma farsa medonha. Talvez a maior mentira da história recente da política maranhense. Um mitômano compulsivo, “gogozeiro” inveterado e o que poderia se denominar como um “novo escroto”.

Se lhe restar um pouco de juízo, Flávio Dino cumpre o que um dia prometeu e se inscreve no primeiro concurso público de juiz federal que aparecer. E, quem sabe até passaria em em primeiro lugar novamente e voltaria às origens das togadas onde é lugar de gente que só sabe julgar.

O Maranhão agradece!

Deixe uma resposta