STF: O bate-boca entre Mendes e Barroso é o típico caso onde ambos os desafetos estão certos sobre o que acusam uns aos outros

Ouve-se bastante na sociedade e entre notórios formadores de opinião que temos o pior governo e o pior Congresso Nacional da história! Mas acrescentaria também que temos uma da piores composições da suprema corte que se tem notícias

Não tenho motivo algum para escolher de qual lado ficar em relação ao “bate-boca” entre os excelentíssimos ministros do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes e Luís Roberto Barroso. Aliás, brasileiro algum, a rigor, deveria ter motivos para defender esse ou aqueles magistrado como se estivesse escolhendo um político desse ou daquele partido em época de campanha eleitoral.

Contudo, há temos não vivemos numa República de verdade. Tanto que a peleja entre os ministros foi tratada nas redes sociais, e mesmo por setores da imprensa brasileira, como se fosse mais um dos embates políticos entre o PSDB e PT.

Ouve-se bastante na sociedade e entre notórios formadores de opinião que temos o pior governo e o pior Congresso Nacional da história!

Bom, por tudo o que estamos vendo no país nestes últimos anos não tem como negar tal realidade, mas acrescentaria também que temos uma da piores composições da suprema corte que se tem notícias.

Em algumas sessões no Pleno do STF às vezes parece que estamos vendo uma sessão de Câmara de Vereadores de quinta “catigoria”. Ou, para não desmoralizar tanto a instituição máxima do Poder Judiciário do país, que as discussões entre os nobres ministros via de regra se dão entre “líderes do governo” contra “líderes da oposição”, conforme o caso específico e conforme quem está sentado na cadeira de presidente da República. Tem sido assim desde que o Brasil foi dividido politicamente ao meio entre petistas e tucanos, basicamente depois do tal “mensalão”.

Desta forma, esse mais recente espetáculo verbal protagonizado pelos ministros Gilmar Mendes e Luís Roberto Barroso é o típico caso onde ambos os desafetos estão certos sobre o que acusam uns aos outros.

Ou então considerar válido para o episódio aquele adágio popular que diz: “Em briga de marido e mulher não se mete a colher”.

Suprema vergonha, senhores ministros!

Confira o bate-boca entre Gilmar Mendes e Luís Roberto Barroso.

Deixe uma resposta