Por 44 a 26, Senado derruba uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF)

Senadores decidiram por manter o mandato de Aécio Neves

O Senado Federal decidiu na noite desta terça-feira (17/10) manter o mandato do senador Aécio Neves (PSDB-MG), derrubando uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). O placar da votação foi de 44 a 26, com uma abstenção.

Aécio estava afastado das atividades parlamentares e cumprindo reclusão noturna desde o fim de setembro, por determinação do STF. A manutenção ou revogação dessas medidas cautelares precisava ser referendada por 41 dos 81 senadores.

Sessão

O PMDB, maior partido do Senado, com 22 senadores, decidiu fechar questão e encaminhou voto favorável a Aécio Neves. Outros partidos como PP, PR, PRB, PTC e PROS se manifestaram pelo voto “não”, ou seja, contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e pela manutenção do mandato do tucano.

Em discurso, o presidente do PSDB, que representa a segunda maior bancada da Casa, Tasso Jereissati (CE), defendeu o direito de defesa de Aécio e também encaminhou voto contra as medidas cautelares.

Já as legendas PT, PSB, PODE, PDT, PSC e Rede se manifestaram contra Aécio e a favor da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de afastá-lo. O PSD e o DEM decidiram liberar a bancada para que cada um vote como considerar melhor.

A fase de discussão durou cerca de duas horas. Dez senadores falaram na tribuna – cinco contrários à decisão do STF e outros cinco favoráveis.

Falaram contra a decisão do STF os parlamentares Jader Barbalho (PMDB-PA), Telmário Mota (PTB-RR), Antonio Anastasia (PSDB-MG), Roberto Rocha (PSDB-MA) e Romero Jucá (PMDB-RR).

Álvaro Dias (PODE-PR), Ana Amélia (PP-RS), Humberto Costa (PT-PE), Randolfe Rodrigues (REDE-AP) e Reguffe (Sem partido-DF) foram favoráveis ao afastamento.

(Fonte: Correio Braziliense)

12 comentários sobre “Por 44 a 26, Senado derruba uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF)

  1. Moraci disse:

    O Senado Federal brasileiro é muito corporativista, hoje os senadores por maioria derrubaram a medida tomada pelo STF q mantinha o senador Aécio Neves afastado de suas funções políticas, e no meio dos que defenderam o retorno dele estava o voto do senador que ajudei a eleger – Roberto Rocha, para mim isso é uma frustração, pois, eu defendo a ética e a decência, não posso acreditar q o meu representante legitimo seja conivente com a pratica do banditismo na política.

    • Robert Lobato disse:

      Resposta: Não se trata do Aécio Neves, mas ter evitado que a “república da toga” emparede a República Federativa do Brasil, a harmônia dos três poderes e a própria democracia. Agiu certo o senador Roberto Rocha, mais uma vez, diga-se!

      • Moraci disse:

        Esse foi um argumento fajuto q os senadores encontram para derrubar a decisão do STF, ninguém é besta a ponto de acreditar q eles deveriam alegar o real motivo se contrapor a mais alta corte brasileira.

        • Moraci disse:

          Lobato com todo respeito, mas, para mim o senador Roberto Rocha não agiu certo, eu posso falar isso, pq eu votei nele, e posso cobrar isso dele, se tivesse o oportunidade, eu diria senador, o senhor é o meu representante legitimo, mas, na sessão em q o Senado derrubou a decisão de manter afastado o senador Aécio Neves, o senhor frustou as minhas expectativas, se um eleitor não puder falar isso para o seu representante é uma lastima. Lobato eu te pergunto ele não teve a coragem de dizer na campanha eleitoral q queria um mandato para senatorial para ser conivente com o banditismo da politica, eu duvido se faria, faz é porra, pq se disser não se elege…..

          • Robert Lobato disse:

            Resposta: Meu caro, me perdoe, mas você está equivocado. Você votou e tem o direito de cobrar o senador, normal isso. Agora cobre avaliando o conjunto da obra do mandato e levando em consideração os argumentos do senador nesse caso específico. Ele foi o primeiro, lá no caso do Deocídio Amaral, alertar para o apequenamento institucional do Senado. Mas, assim como você, outros tantos que votaram no Roberto acham que ele agiu certo, com coerência. No ponto de vista, não seria só incoerência, mas sobretudo oportunismo se ele tivesse votado diferente nessa matéria.

  2. antonio costa disse:

    e você com essa defessa fajuta desse senador traidor e covarde com as pessoas que esperam o fim da corrupção …”acertou…mais uma vez”…seria cômico se não fosse nojento

    • Robert Lobato disse:

      Resposta: É meu, caro, difícil entender para quem está movido por um ódio ao senador Roberto Rocha para agradar sabe-se lá quem…

  3. Lobisomem disse:

    Esse baixinho aí, que é teu bandido de estimação, só vota orientado pelo Sarney, ele só faz o jogo do Sarney, ele é um candidatinho laranja ao governo do Maranhão. Laranja do Sarney…

  4. Moraci disse:

    No passado, eu aprendi q na democracia o poder emana do povo (eu Moraci Silva sou parte dessa massa denominada povo), nesse sistema a gente delega poder a um determinado individuo para nos representar, mas, quando o sujeito é empossado, ele engrossa o pescoço e diz assim, agora vou defender os meus interesses e não o dos daqueles trouxas ou otários q me elegeram, eu chamo de crise de representação política. Caro amigo Robert Lobato é assim q me sinto enganado/ludibriado/frustrado, confesso a vc q nutria alguma simpatia pela pré-candidatura de Roberto Rocha ao governo do Maranhão, mas, diante de tal postura do senador sou obrigado a repensar o meu voto de confiança para pleito q se avizinha.

Deixe uma resposta para Lobisomem Cancelar resposta