Governo Flávio Dino tentou alugar a rádio Capital, antes de ser destruída, revela senador Roberto Rocha

O senador lembra que podem ser apenas coincidências, mas disse que existe algo muito estranho no estado.

via blog do Diego Emir

O senador Roberto Rocha (PSDB), segue inconformado com o crime praticado contra a imprensa e a liberdade de expressão, após a rádio Capital AM ter sido destruída na última terça-feira (24). O tucano inclusive trouxe uma revelação: “eles queriam alugar a rádio Capital, tentaram por diversas vezes através de grupos. Eu disse que não alugava, mas poderia arrendar alguns horários. Após diversas tentativas e negativas minhas, acontece isso”.

Questionado quem seriam “eles”, Roberto Rocha revelou se tratar de membros do governo Flávio Dino. Na opinião do senador os comunistas queriam controlar mais um veículo de comunicação no Maranhão e a rádio Capital AM fazia parte desse plano.

Na última terça-feira (24), outro fato chamou atenção do tucano. O embaixador de Israel, Yossi Shelley, concederia uma entrevista ao vivo nos estúdios da rádio, porém os transmissores foram destruídos naquela manhã. O israelita não foi recebido pelo governador Flávio Dino e o PCdoB vem fazendo uma campanha nacional contra os judeus.

Roberto Rocha lembra que podem ser apenas coincidências, mas disse que existe algo muito estranho no estado. “O que aconteceu foi da maior gravidade. O Maranhão se transformou em uma Venezuela”, declarou.

O parque de transmissão da Rádio Capital localizado no Parque Timbira foi invadido por cerca de 30 invasores de terra armados com facas e pedras. A torre de transmissão foi derrubada, tirando o sinal da emissora do ar. Os equipamentos de transmissão foram furtados, e a casa que abrigava os transmissores foi depredada, causando um prejuízo avaliado em R$ 200.000. A emissora entrou com uma ação de reintegração de posse para os invasores desocuparem o terreno.

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão repudiou a ação em nota oficial, afirmando que “é lamentável que pessoas, independentemente do seu propósito, venham a perpetrar atos de violência em detrimento da integridade patrimonial de uma concessionária de serviço público”.

A rádio Capital AM é uma das mais antigas em atividade no Maranhão. Criada em 1947 por Gérson Tavares, a emissora foi inicialmente chamada de Ribamar. No fim da década de 70, Raimundo Vieira da Silva adquiriu o veículo de comunicação e em 1985, o ex-governador Luís Rocha entra na sociedade.

No ano de 1995, a Rádio Ribamar muda de nome e passa a se chamar Rádio Capital.

4 comentários sobre “Governo Flávio Dino tentou alugar a rádio Capital, antes de ser destruída, revela senador Roberto Rocha

Deixe uma resposta