ELEIÇÕES 2018: Sem garantia de vitória, atual Diretório Nacional do PSB adia Congresso para março de 2018

Adiar o Congresso Nacional do PSB para o ano que vem pode ter sido um tiro no pé da atual direção do partido.

O Diretório Nacional do PSB decidiu, na terça-feira (26), pelo adiamento do Congresso Nacional do partido, com a consequente prorrogação dos mandatos dos membros do colegiado e da Comissão Executiva Nacional.

Previsto para acontecer no próximo mês de outubro, agora o congresso será realizado somente nos dias 1,2 e 3 de março de 2018. A manobra é vista por setores do PSB como um sinal de que os socialistas de Pernambuco, que controlam a legenda atualmente, não sentiram firmeza de que levariam a melhor e acharam por bem adiar esse que é o maior fórum de deliberação partidária.

Pernambuco X São Paulo

Há uma disputa entre os estados de São Paulo e Pernambuco pelo controle nacional do PSB. O vice-prefeito paulista Márcio França é favorito para presidente da partido e isso pode explicar o adiamento do Congresso.

Ocorre que em março de 2018, França muito provavelmente deve assumir o governo de São Paulo porque o governador Geraldo Alckimin (PSDB) se afastará do cargo para percorrer o país como pré-candidato a presidente da República, o que fortalecerá ainda mais o socialista. Ou seja, adiar o Congresso Nacional do PSB para o ano que vem pode ter sido um tiro no pé da atual direção do partido.

Com consequências diretas na sucessão do governador Flávio Dino.

Mas isso é assunto para outra postagem…

Deixe uma resposta